terça-feira, 7 de março de 2017

As carícias do outono


O vento sopra forte
O céu está cinzento
As pessoas apressadas
O caminho repleto de folhas

O inverno se aproxima
Sem fazer cerimônia
É a estação do aconchego
Com o anseio do agrado

A menina bonita
Caminha sem rumo
Pelas ruas cinzentas
De um dia de outono

Cabelos ao vento
Sorriso nos lábios
Observa quem passa
Com brilho no olhar

É feliz a menina
Porque aprecia as cores
Os sabores e os aromas
Da estação que se aproxima

O sopro do vento...
O cinza do céu...
A pressa das pessoas...
As folhas do caminho...

É o inverno chegando
Com toda exuberância
E a menina comemora
As maravilhas da infância.

quarta-feira, 1 de março de 2017

Gratidão


   Gratidão... A palavra de hoje é gratidão... 
    Gratidão por tudo que tenho. Mas também pelas coisas que nunca terei... A vida é perfeita em suas imperfeições.
    Gratidão pelos momentos de alegria e, inclusive, pelas tristezas. O sol parece bem mais bonito após uma forte tempestade.
    Gratidão pelos amigos e, também, por aqueles que não cativei... Descobri que é impossível agradar todos que cruzam o meu caminho.
    Gratidão pelo triunfo... Mas, também, pelos obstáculos... Aprendi a valorizar bem mais o que conquisto com dificuldade.
    Gratidão... A palavra de todos os dias deveria ser gratidão... Sim!!! A palavra de todos os dias deveria ser gratidão.
    Gratidão pelo privilégio de fazer parte deste mundo... Pela saúde... Por ter quem amar... Por oferecer amor... A vida, por mais difícil que se apresente, é uma bênção. Então agradecerei... Sempre... Em todos os momentos. O universo conspira em favor de quem agradece... Então... Para hoje e todos os dias... A palavra é gratidão.
    

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Suavidade

    Suavidade... Hoje, olhando postagens em redes sociais, encontrei a imagem que ilustra meu pequeno texto... Fui tomada por uma sensação de paz. De aconchego... De suavidade. Acho que o mundo precisa de mais suavidade.
    Na correria do dia a dia estamos deixando de lado a suavidade... Vivemos em clima de competição... De tensão... De apreensão...
    Então decidi que suavidade é a palavra de hoje. Desejo ter atitudes suaves... Tratar pessoas com suavidade... Cultivar pensamentos suaves. Quero espalhar, por onde passe, plena suavidade... 
    Suavidade... Porque acredito que assim, pelo menos ao meu redor, este dia quente de sábado será bem mais agradável. Desejo então, amigos leitores, que este dia seja, para vocês e todos os que os cercam, tão suave quanto as belas flores de bem cuidado jardim.
    Amigos... Então... Muita suavidade... Hoje e sempre.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Sonho bom

  
 Sonhei que estava caminhando
por um jardim repleto de cores...
Amarelas, azuis, vermelhas, roxas...
Como eram bonitas as flores!!!

A temperatura bem agradável...
O silêncio inspirava divagação.
Flores, pássaros, árvores, borboletas...
Seres disputando minha atenção.

No final da curva avistei
sossegado riacho a passar.
Em grande alegria fiquei
ao vê-lo ali descansar.

Estava sentado à sombra de
um majestoso ipê amarelo.
Aos meus olhos parecia
do jardim o ser mais belo.

Absorto em pensamentos
achei que não me avistaria...
Mas, quando me aproximei,
sorriu com muita alegria.

Recebi um beijo quente...
É este um amor teimoso...
Que no sonho se encontra
à sombra do ipê majestoso.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Entusiasmo

    Quando eu não estiver mais aqui... Abra todas as janelas. Gosto da casa bem arejada.
    Compre livros novos... Mas lembre-se de cuidar dos antigos. É fácil encontrar companhia em histórias.
    Caminhe, descalço, pelo jardim. A sensação de liberdade é indescritível.
    Tome banho de chuva. Faz bem para a alma e recarrega as energias.
    Vá até uma padaria. Peça café e um pedaço de torta de chocolate. É preciso, de vez em quando, se permitir exageros.
    Sinta o perfume das flores. Em meio a um jardim florido bons sentimentos se multiplicam.
    Ouça, ao amanhecer, o canto dos pássaros. É revigorante ser acordado com tamanha gentileza.
    Observe o nascer ou o por do sol. Sempre gostei mais de dias cinzentos. É impossível, contudo, não se alegrar com a beleza do céu em um dia ensolarado.
    Dance ao som de Elvis Presley. Não se incomode se parecer, aos olhos de outras pessoas, careta ou ultrapassado. Música boa não tem prazo de validade.    
    Quando eu não estiver mais aqui - e não souber o que lhe cai bem - vista-se de amor... Espalhe amor... Seja amor... Porque o mundo está precisando de gente disposta a oferecer bons sentimentos.
    Enquanto eu estiver aqui, contudo, abrirei janelas... Comprarei livros... Caminharei descalça... Tomarei chuva... Frequentarei cafés... Sentirei o perfume das flores... Acordarei com o canto de pássaros... Observarei o sol... Dançarei ao som de Elvis Presley... E vestirei amor. Farei tudo isso em sua companhia... Para que tenha boas lembranças quando eu não estiver mais aqui.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Você



Companhia de todos os dias...
Ombro que conforta...
Abraço que acolhe...
Olhos que enxergam minh'alma...

É porto seguro em
 momentos de inquietação...
Luz em tempos de escuridão...
Amor de todo coração...

É palavra que incentiva...
Silêncio que acalma...
Brisa que refresca...
Calor que aquece...

É mão que acaricia...
Braços que embalam...
É passado, presente e futuro...
É amor para toda vida.



quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

O coração de Alice

 

A menina brinca no quintal...
Cabelos adornados com fitas de cetim...
Colhe fores para presentear...
Ela gosta de amor espalhar...

O sorriso é constante...
É sempre presente...
As lágrimas derramadas...
São por ninguém observadas...

Os anos passam...
  A menina conhece o amor...
Os filhos chegam...
A família se forma...

As dificuldades são grandes...
Mas seu coração é maior...
    Determinação e coragem...
  Marcam sua trajetória de vida...

Mesmo em meio aos obstáculos...
Agradece por tudo que a vida lhe dá...
Não tem motivos pra reclamar...
Nasceu para amor espalhar...

Três filhos...
São toda motivação...
Na irmã de corpo e alma...
Eu vejo só coração...

Nota da autora: Este pequeno texto foi inspirado
no jeito de ser e de viver da minha irmã Alice.