Um pedaço do meu céu



Lembro-me com carinho
Dos meus tempos de criança
Meu pai, mesmo longe, presente
Amor e grande esperança

Viagens pelo Brasil
Em possante caminhão
Família: grande tesouro
Guardado no coração

Trajetória de amor e trabalho
Digo-lhe pai amado 
Agradeço todos os dias
Por ter você ao meu lado

Preciso também falar
Que muito do que hoje sou
Reflete com precisão
O que me delegou

Vou ao mundo enaltecer
Pai querido... Pai amado...
É do jeitinho que pedi
Quero estar sempre ao seu lado

Nota da autora: Esta poesia é uma singela homenagem ao meu pai Celito Brandt... Mas, tenha certeza, ele merece muito mais. (Autora: Aline Brandt - Todos os direitos reservados/Lei dos Direitos Autorais N° 9610/98). 


Postagens mais visitadas